To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom

MARCELO, MARMELO, MARTELO

Uma das obras primas da literatura infanto-juvenil brasileira. É uma verdadeira revolução na maneira de contar histórias para as crianças, mostrando, ao invés de situações fantásticas, situações da vida cotidiana. Marcelo, um garoto urbano, é envolvido com problemas que dizem respeito ao convívio social e os relacionamentos. Tem jeito de poeta e por isso resolve inventar um dicionário todo próprio, tentando que as palavras combinem com seus significados e ao mesmo tempo alterando esse mesmo significado, dando nomes quase incompreensíveis a coisas compreensíveis. Por que não dizer “cabeceiro”, em vez de “travesseiro”? Ou “sentador” em vez de “cadeira”. Ou ainda “bom solário” e “bom lunário”, em vez de “bom dia” e “boa noite”!

FICHA TÉCNICA

Inspirado na obra de Ruth Rocha

Texto e Direção: Edson Bueno
Direção de Produção: Márcio Roberto
Elenco: Wellington Silva, Patrícia Cipriano, Jefferson Bastos, Erick Alessandro

Figurinos: Paulinho Maia

Cenografia e Adereços: Gelson Amaral

Sonoplastia: Célio Savi

Iluminação: Fernando Dourado

Marcelo, Marmelo, Martelo - Cartaz 1 - 2